Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

SEMANA DO CINEMA ESPANHOL

28.07.06, Rita




A cooperação cultural ibérica manifesta-se uma vez mais, através da SEMANA DO CINEMA ESPANHOL, evento organizado pelo Ministério de Cultura de Espanha, o ICAA - Instituto da Cinematografia e das Artes Visuais e a Embaixada Espanhola em Portugal, que decorrerá de 27 de Setembro a 1 de Outubro no Cinema Quarteto em Lisboa, de 2 a 7 de Outubro no Teatro Gil Vicente em Coimbra e de 11 a 15 de Outubro no Teatro Passos Manuel no Porto (bilhetes a 3 euros).


O calendário está disponível em www.semanaespanhola.com, e ficam aqui os filmes programados (dois deles já apreciados pelo CINERAMA).



HÉCTOR, de Gracia Querejeta (2004, 112')

Com Adriana Ozores, Nilo Mur, Damián Alcázar, Joaquín Climent, Unax Ugalde, Núria Gago, Pepo Oliva. José Luis Gª Pérez, Mariano Peña, Elia Galera

SINOPSE *: Héctor, um adolescente de 16 anos, perdeu a mãe. A sua tia Tere toma-o a seu cargo. Ele deixa de viver numa casa com jardim no centro da cidade, para se mudar para um pequeno apartamento, num bairro nos arredores de Madrid. Héctor tenta compreender a nova realidade com que se depara. Uma forma de vida muito diferente da sua, mas que pouco a pouco, se torna mais familiar. Tudo muda com a chegada de Martín, o pai de Héctor. Ele viajou do outro lado do oceano para se encontrar com o seu filho. O rapaz sabia que o seu pai existia embora nunca tenha querido conhecê-lo. Martín persegue-o para lhe explicar a razão de tão longa ausência e assim, ganhar o coração do seu filho e oferecer-lhe uma vida nova no México. Héctor terá que decidir entre a sua família recentemente descoberta e a aventura além-mar. Influenciado talvez pela sua personalidade ou pelos seus sentimentos, Héctor decide.




PARA QUE NO ME OLVIDES, de Patricia Ferreira (2005, 107')

Com Fernán Gómez, Emma Vilarasau, Marta Etura, Roger Coma, Carlos Blanco, Ana Cuerdo, Marisa de Leza, Manuel Feijóo

SINOPSE *: Irene vive com o seu filho, David, um jovem estudante de arquitectura, e com o seu pai, Mateo, um homem idoso e optimista apesar de sua trágica história: Mateo era práticamente uma criança durante a Guerra Civil de Espanha e a repressão do pós-guerra, quando perdeu a sua casa e toda a sua família. David encontrou Clara, ou Clara encontrou David no hipermercado onde ela trabalha como caixa. Entre eles surge não só o amor mas também a compreensão, a cumplicidade. Filho único de pais separados, David não consegue evitar a hostilidade da sua mãe perante uma relação que ela crê não ser conveniente, que coloca em perigo o futuro pessoal e profissional do filho. Irene entrega-se ao seu trabalho como directora de um grupo teatral para cegos, mas em casa vê abrir-se uma fenda que não sabe como superar. Mateo é o elo que os une a todos, talvez pela sua idade, pela sua experiência ou pelo seu bom coração. Ele aparenta não pertencer a este mundo, mas apenas porque este mundo é muito maior do que parece, e nele ocupa um lugar essencial a recuperação e a dignidade daqueles que foram pisados por uma guerra infame e um regime implacável. As suas vidas assemelham-se a outras tantas. Até que um dia, um evento inesperado irá pô-los à prova e terão que aprender a viver de novo, descobrindo cada um deles o que nunca souberam sobre os outros.




7 VÍRGENES, de Alberto Rodríguez (2005, 86')

Com Juan José Ballesta, Jesús Carroza, Vicente Romero, Alba Rodríguez, Julián Villagrán, Manolo Solo, Ana Wagener

SINOPSE *: Verão num bairro operário e marginal de uma cidade do sul. Tano, um adolescente que cumpre pena numa Casa de Correcção, recebe uma licença especial de 48 horas, para comparecer no casamento de seu irmão Santacana. Durante este tempo, Tano reencontra o seu melhor amigo, Richi, e lança-se a viver aquelas horas com o firme propósito de se divertir e fazer tudo o que lhe estava proibido no Centro: embebeda-se, droga-se, rouba, ama e fundamentalmente volta a viver. Sente-se livre e exerce esta liberdade com toda a força e atrevimento da adolescência. No entanto, nesta estadia de 48 horas fora do centro, Tano assiste também ao derrubar de todas as suas referências: o bairro, a família, o amor, a amizade, tudo mudou. Mais do que uma licença de 48 horas, a liberdade de Tano transforma-se numa viagem a caminho da maturidade.




OBABA, de Montxo Armendáriz (2005, 117')

Com Pilar López de Ayala, Juan Diego Botto, Bárbara Lennie, Eduard Fernández, Peter Lohmeyer, Mercedes Sampietro, Lluís Homar, Juan Sanz, Héctor Colomé, Txema Blasco, Pepa López, Iñake Irastorza, Ryan Cameron, Christian Tardío, Alejandro Jiménez, Pablo Manjón, Vanesa Moñino, Julia Torres

SINOPSE *: Lurdes, tem 25 anos e começa uma viagem pelos territórios de Obaba. Na sua bagagem leva uma pequena câmara de vídeo. Com ela quer captar a realidade de Obaba, do seu mundo e das suas gentes. Quer captar o presente, mostrá-lo tal como é. Mas Obaba não é lugar que Lurdes tinha imaginado, e rápidamente descobre que as pessoas que ali vivem , como Merche, Ismael ou Tomás, estão presos a um passado do qual não podem -ou não querem- escapar. Através deles e de Miguel -um jovem desenvolto e alegre com quem estabelece uma amizade, Lurdes vai conhecendo retalhos das suas vidas: de antes, de quando eram crianças ou adultos, e de agora, de quando apenas lhes restam as ilusões. Estas são pequenas peças de vidas que provocam paixões, invejas e violência, como a jovem professora que passeia a sua solidão pelas ruas de Obaba; ou como o adolescente Estebam, que recebe cartas de amor em envelopes de cor creme. Com tudo isto, Lurdes tenta reconstruir o puzzle que dá sentido às suas vidas e que lhe permita apanhar a realidade com a sua câmara de vídeo. No entanto há sempre algo que falta, algo que escapa, algo que ela não consegue compreender. Como o misterioso comportamento dos lagartos que habitam Obaba. Um mistério que nada, nem sequer a câmara de Lurdes é capaz de revelar.




MALAS TEMPORADAS, de Manuel Martin Cuenca (2005, 120')

Com Eman Xor Oña, Gonzalo Pedrosa Garcia, Javier Camara, Nathalie Poza

SINOPSE *: Situada no coração de Madrid, “Malas Temporadas” é a história de Mikel, Ana e Carlos, pessoas que acabam por se relacionar enquanto procuram o seu lugar no mundo; um lugar que se afasta cada vez mais do idealizado, do que não existe, e a única solução que lhes resta é partir do que têm, do que é real, e começar a construir daí. Pessoas a quem o destino levou por caminhos inesperados e que agora compartilham a necessidade de reconsiderarem as opções que lhes restam.




AMOR IDIOTA, de Ventura Pons (2004, 95')

Com Santi Millán, Cayetana Guillén Cuervo, Mercè Pons, Marc Cartes, Jordi Dauder, Gonzalo Cunill, Pere Tomàs, Andrea Fantoni, Héctor Mas, Xavi Fernández, María Lanau, Joan Antón Rechi, Roger Casamajor, Helena Lourdes Barba

SINOPSE *: A meio duma crise pessoal, depois duma noite de farra em que o protagonista sai para esquecer as mágoas, Pere-Lluc de regresso a casa, bêbedo, tropeça na escada de alumínio de Sandra, uma rapariga que se dedica a pendurar bandeirolas nos postes de iluminação. Pere-Lluc cai no chão e, pasmado, fica fascinado por ela. A cada dia que passa a sua obsessão por Sandra cresce. Assistiremos ao relato duma paixão tormentosa para conseguir o seu amor.




* Sinopses retiradas do site da Semana de Cinema Espanhol











































Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.