Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

IndieLISBOA - O Final

02.05.05, Rita



Foi este o resultado de 10 agitados dias. E, como tradição, consegui não ver nenhum dos filmes premiados...



GRANDE PRÉMIO DE LONGA-METRAGEM
“The forest for the trees”, de MAREN ADE – Alemanha (2004)

GRANDE PRÉMIO DE CURTA-METRAGEM SAGRES PRETA
“Undressing my mother”, de KEN WARDROP – Irlanda (2003)

PRÉMIO TÓBIS PARA O MELHOR FILME PORTUGUÊS
“Adriana”, de MARGARIDA GIL – Portugal (2004)

PRÉMIO DE MELHOR FOTOGRAFIA PARA FILME PORTUGUÊS FUJIFILM-AIP CINEMA
“Um Homem”, de LAURENT SIMÕES – Portugal (2005)

PRÉMIOS 2: ONDA CURTA
“Phantom Limb”, de JAY ROSENBLATT – EUA (2005)
“Fare bene mikles”, de CHRISTIAN ANGELI – Itália (2004)
“Undressing my mother”, de KEN WARDROP – Irlanda (2003)
MENÇÃO HONROSA
“Compassos de espera”, de PEDRO PAIVA – Portugal (2004)

PRÉMIO AMNISTIA INTERNACIONAL
“North Korea, A Day in the Life”, de PIETER FLEURY – Holanda (2004)

PRÉMIO JAMESON DO PÚBLICO MELHOR LONGA METRAGEM
“Private”, de SEVERIO CONSTANZO – Itália (2004)

PRÉMIO JAMESON DO PÚBLICO MELHOR CURTA METRAGEM
“Home Game”, de MARTIN LUND – Noruega (2004)

PRÉMIO INDIEJUNIOR
“Flatlife”, de JONAS GEIRNAERT – Bélgica (2004)


Para o ano há mais.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.