Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

Meek's Cutoff *

16.05.11, Rita

Realização: Kelly Reichardt. Elenco: Michelle Williams, Bruce Greenwood, Will Patton, Paul Dano, Zoe Kazan, Shirley Henderson, Neal Huff, Tommy Nelson, Rod Rondeaux. Nacionalidade: EUA, 2010.





1845. Em busca das terras prometidas, três famílias de colonos americanos acabam perdidas na planície desértica do Oregon, após terem sido conduzidas por um atalho sob a liderança de Stephen Meek (Bruce Greenwood). Sem água, com pouca comida e sem destino à vista, a sua confiança em Meek é rapidamente destruída. O encontro com um índio (Rod Rondeaux) poderá ser a sua salvação ou a sua condenação. Não sem, antes, testar os preconceitos que definiram a dizimação étnica que marcou a história americana.


Quem conhece o trabalho de Kelly Reichardt (“Old Joy”, “Wendy and Lucy”), sabe que o mesmo não prima pela intensidade de ritmo, e “Meek's Cutoff” não é excepção. Com a agravante do fraco argumento (Jonathan Raymond) que o sustenta. O extenuante caminho das suas personagens e a lentidão com que o mesmo é feito faz-se sentir em cada cadeira da sala de cinema. Inevitavelmente, desligamo-nos (se alguma vez chegámos sequer a sentir qualquer empatia) destas agrestes personagens e do seu destino.


Ignorando a sua origem ou a sua resolução (talvez para nos deixar com o mesmo sentimento de dúvida vivido pelo grupo), quase como se de uma fotografia se tratasse, Reichardt parece estar mais interessada no cenário natural. É aí que beneficiamos da soberba fotografia de Chris Blauvelt, e damos por nós perdidos naquelas infinitas e desarmantes paisagens. “Meek's Cutoff” podia (deveria?) ser apenas isto.













Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.