Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

Dorian Gray *1/2

14.04.10, Rita


Realização: Oliver Parker. Elenco: Colin Firth, Ben Barnes, Rebecca Hall, Rachel Hurd-Wood, Emilia Fox, Caroline Goodall, Ben Chaplin. Nacionalidade: Reino Unido, 2009.





Nos contos góticos o terror era criado pela imaginação. Na obra de Oscar Wilde a sociedade era objecto de uma crítica subtil e inteligente. No argumento de Toby Finlay, que adapta livremente o clássico “The Picture of Dorian Gray”, todos estes elementos falham.


Em vez disso, temos situações amorosas que nos distraem do dilema central, explicações simplistas que reduzem a perda da inocência e o abraçar de uma vida de perfeito hedonismo a uma infância de abusos. Como se o mal, por si só (e em especial com um bom “vendedor” como Colin Firth) não fosse suficientemente sedutor.


A fotografia consegue conferir um ambiente soturno e decadente, mas, também visualmente, “Dorian Gray” é demasiado evidente, explicando tudo, mostrando ainda mais. Cada cena parece vir com um carimbo moral que atesta a incapacidade do espectador de interpretar a obra. De perceber que o bem e o mal existem e se defrontam interiormente, da deterioração de uma alma sem humanidade, da angústia que é carregar os nossos vícios no corpo aos olhos de todos.














Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.