Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

doclisboa 2009

02.10.09, Rita




O Festival Internacional de Cinema Documental regressa a Lisboa no dia 15 de Outubro para a sua 7ª edição. Até dia 25 será possível assistir, na Culturgest, Cinemas Londres e São Jorge, a cerca de 200 obras, distribuídas pelas seguintes secções:

COMPETIÇÃO
- Competição Internacional (longas, médias e curtas)
- Investigações
- Competição Nacional


SECCÇÕES PARALELAS
- Jonas Mekas - Mostra Retrospectiva e Masterclass
- Love Stories
- Balcãs em Foco
- Riscos
- Heart Beat (Cinema São Jorge)
- Foot-doc (Cinema São Jorge)



Entre os filmes confirmados, contam-se:

CAPITALISM: A LOVE STORY, de Michael Moore (EUA, 2009, 120’)

Um exame ao impacto do poder desmesurado das grandes corporações sobre a vida quotidiana dos americanos (e por defeito, do resto do mundo). Em poucas palavras, Michael Moore explora uma questão tabu: qual o preço que os norteamericanos pagam pelo seu amor ao capitalismo?


THE THORN IN THE HEART, de Michel Gondry (França, 2009, 86’)

Crónica centrada na matriarca da família Gondry, Suzette, tia do cineasta Michel Gondry e na relação com o fi lho, Jean-Yves. Professora entre 1952 e 1986, Suzette conta a Michel como era ensinar, na época, numa zona rural e isolada de França. Pouco a pouco, Michel descobre histórias de família que lhe eram totalmente desconhecidas e acaba por usar a câmara explorando-as de uma forma subtil e muito emocional.


LOOKING FOR ERIC, de Ken Loach (UK, 2009, 116’)

Comédia sobre um fanático de futebol. O carteiro de meia-idade, Eric Bishop, atravessa uma crise. Desorientado, dialoga com o poster do seu ídolo: o jogador de futebol francês Eric Cantona. Este surge-lhe como o génio da lâmpada de Aladino e, através de uma série de aforismos, o futebolista-filósofo ajuda Bishop a reencontrar-se.


NENETTE, de Nicolas Philibert (França, 2009, 52’) - [estreia europeia]

Nenette é uma media-metragem sobre uma estrela da Ménagerie do Jardin des Plantes, de Paris: uma orango-tango fêmea, de 40 anos. O filme contrapõe ou justapõe as imagens (do interior do cativeiro, onde Nenette, filmada sobretudo em grande plano, convive com o seu filho e duas outras fêmeas) e o som (do exterior da jaula: visitantes, cientistas de passagem, pessoal da limpeza).


Para mais detalhes consultar o site oficial..


* Sinopses retiradas do site oficial











































Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.