6 comentários:
De regina a 24 de Janeiro de 2009 às 11:03
um dos melhores achados da minha vida de bloggueira foi o seu cinerama. venho sempre aqui, pra ter certeza que vc continua atualizando. beijo. rê.


De elisabete mileu a 28 de Janeiro de 2009 às 21:48
viciada em filmes, já vi este, o mais delicioso dos ultimos tempos. descobri o seu blog, quando procurava mais sobre o fime e os oscares deste ano.
gostei muito. cumprimentos e continue!


De Demócrito a 29 de Janeiro de 2009 às 16:28
O filme é bonito. Apenas alguns pontos que deixaram-me com uma pulga atrás da orelha:
- Por que o figurino do Button sempre segue sua idade física e não sua idade mental ?

- Não reconheci a Cate Blanchet no leito de morte. De qualquer forma, a interpretação da atriz não convence.


De Indivíduo et al (2009) a 29 de Janeiro de 2009 às 19:46
Como é que é possivel referir o Zodiac e o Fight Club (este último mt referido) e não referir o Se7en?

?????????????????????????????????


De Rita a 30 de Janeiro de 2009 às 11:20
Eu podia até pôr aqui a listagem de toda a filmografia de David Fincher (de onde saliento ainda "Panic Room" e "The Game") - um realizador de que gosto particularmente - mas, claramente, esse não é o objectivo desta crítica.
Para listagens detalhadas, recomendo a consulta da imdb.


De claudia a 9 de Fevereiro de 2009 às 18:28
Confesso que houve uma frase tua que resume o que realmente achei deste filme e que sempre referi quando me perguntaram a minha opinião: a “The Curious Case of Benjamin Button” falta uma boa dose de paixão. Porquer apesar de tecnicamente perfeito e de os actores estarem espantosos individualmente, sempre achei que faltava uma certa quimica e uma certa paixão entre eles. Quanto o Benjamin volta e reencontra a filha e o grande amor da sua vida, ele não deveria ter demostrado um pouco mais de emoções? Apesar de ele estar num corpo de jovem ele tem uma cabeça de velho. Foi apenas este o ponto que achei mais negativo no filme. Mas sem duvida um grande filme, qpesar de continuar a preferir as obras Seven e Fight Club deste realizador!
E já agora, parabéns, gosto das vossas criticas!


Comentar post