Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

Leatherheads **

07.01.09, Rita

Realização: George Clooney. Elenco: George Clooney, Renée Zellweger, John Krasinski, Jonathan Pryce, Stephen Root, Wayne Duvall, Keith Loneker. Nacionalidade: EUA / Alemanha, 2008.





Depois de “Confessions of a Dangerous Mind” e “Good Night, And Good Luck”, George Clooney volta à realização com aquilo que pretende ser uma homenagem aos primeiros passos do futebol americano profissional. Assumindo totalmente a sua comparação ao charme de Cary Grant, George Clooney protagoniza aquilo que pretende ser um revivalismo da ‘screwball comedy’ dos anos 30. “Leatherheads” pretende ser muitas coisas, não chegando a ser nenhuma delas.


Em 1925, Carter ‘Bullet’ Rutherford (John Krasinski) é a estrela da equipa universitária de futebol americano de Princeton, conduzindo-a a consecutivas vitórias. Jimmy ‘Dodge’ Connelly (George Clooney) é jogador, treinador e co-proprietário de uma pequena equipa profissional, os Duluth Bulldogs, que enfrenta sérias dificuldades para se manter em campo. Apesar dos elevados custos Connelly decide contratar Rutherford para dar o impulso e a divulgação necessários ao desporto. Atrás deles anda a jornalista Lexie Littleton (Reneé Zellweger), encarregue de fazer um reportagem de fundo sobre "Bullet" Rutherford, mas cuja verdadeira intenção é investigar os rumores de que Rutherford talvez não mereça o selo de herói de guerra que lhe foi atribuído. Para isso, ela aproxima-se dele de forma romântica, mas a sua atenção acaba por ser roubada por Connelly. No meio deste triângulo, ela poderá conseguir a sua história, mas a que custo?


Como filme de época, “Leatherheads” reúne uma equipa técnica de fotografia (Newton Thomas Sigel), guarda-roupa (Louise Frogley) e design de produção (James D. Bissell) que não o deixa falhar. O encantador desastrado encaixa na perfeição no Clooney-actor, como a mulher independente de língua afiada encaixa em Zellweger. Mas apesar da faísca intelectual, a ligação entre os dois nunca nos surge como emocionalmente inevitável, e o fogo fica por atear.


Por outro lado, o argumento de Duncan Brantley e Rick Reilly, com muito menos futebol do que se poderia pensar (ou querer), peca ao criar personagens pouco extremas. É normalmente no jogo de opostos, no confronto com as suas próprias falhas, que o elemento cómico se manifesta. E, apesar de um ou outro sorriso e da clara inspiração de Clooney-realizador pelo burlesco dos irmãos Coen, “Leatherheads” não nos consegue arrancar uma verdadeira gargalhada.






CITAÇÕES:


“You're only as young as the woman you feel.”
GEORGE CLOONEY (Jimmy 'Dodge' Connelly)


















Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.