6 comentários:
De intruso a 9 de Fevereiro de 2008 às 01:19
**1/2
apenas?

[Eu gostei da "parcialidade";
as dúvidas e a racionalidade ficam do lado do espectador e é também nesse desfasamento que assenta o fascínio]
Gostei mesmo muito da realização e montagem.

p.s.
Na minha opinião a falha do filme/adaptação está apenas na "deificação" de Christopher, qual ser iluminado (ou "Cristo") que no caminho a todos quantos encontra toca com a sua existência e palavras; isso achei de facto um pouco exagerado.


De JPauloP a 16 de Fevereiro de 2008 às 17:01
De facto 2,5 parece-me pouco, na minha modesta opinião este passou a ser um dos "meus filmes", com um festim de imagens que me ficarão para sempre, o único ponto em que julgo que poderia "pegar" reside de facto no Hirsh e na unidimensionalidade que este concede a Christopher, se calhar Penn precisava de sim próprio a 20 anos atrás para construir um Christopher perfeito.


De Dénia a 28 de Setembro de 2008 às 17:39
também considero a pontuação deflacionada! por mim merece ****, pelas imagens, pela música, pelas mensagens... um bom filme, para ver e recomendar!


De Helena a 12 de Outubro de 2008 às 20:30
Colocando de lado os pequenos 'defeitos' impostos pela sociedade..dou nota 10 a este filme.. Posso acrescentar também que cada vez que o (re)vejo, as lágrimas correm-me..sem dúvida uma história verídica bastante emocionante! Um grande viva ao aventureiro
CHRISTOPHER McCANDLESS!! RIP!


De gabriel barg a 16 de Outubro de 2008 às 00:43
um filme simplesmente brilhante traduzindo na tela a incrível aventura do cara que fez de sua rebeldia embasada,uma forma de vida diferente e da qual no vemos totalmente aprisionados.Ele descobriu que precisamos de partilha mas porque estava lá naquela situação e talvez nenhum de nós esteja nunca em tal igual, do contrário estaria infeliz com seus 40 anos e afundado em magoas assistindo sua família se deteriorar.
Excelente história de um cara corajoso que deu um exemplo duro de como somos escravos desde o momento que viemos ao mundo.


De Caravana a 15 de Janeiro de 2009 às 18:05
um dos meus filmes preferidos. sim, ha muita coisa que nos apetece apontar ao Chris, a sua ingenuidade e egoismo, por exemplo. mas ta aí toda a essencia da sua historia. é uma historia veridica e como tal, ha coisas boas e coisas más.

emile é surpreendente!! Sean penn fez um optimo trabalho.

e frase "Happinnes is only real when shared" nao me sai da cabeça desde que vi o filme.

mais, a banda sonora é fantastica!!


Comentar post