2 comentários:
De João Tomás a 14 de Abril de 2008 às 12:01
Peço desculpa por chamar a atenção para um aspecto no filme que considero ser de excelente qualidade. A forma como a personagem principal se afeiçoa a outro animal que passa a considerar tão racional quanto ele próprio. E, pessoalmente, acho que é de uma fenomenal qualidade interpretativa da parte de Will Smith o momento quando o Dr. Neville acaba com a vida da sua única companhia e familiar (era a personificação da sua filha e mulher, a permanente recordação e companhia e uma verdadeiro amigo). Quem tem profunda afeição e dedicação a animais sabe do que estou a falar e, provavelmente, terá partilhado alguma dor nessa cena deste filme. Não me considerando crítico para qualificar fielmente um filme e sabendo que esta opinião é bastante pessoal, não consigo deixar de sentir que este filme é merecedor de mais uma estrela...


De rafa a 23 de Junho de 2008 às 21:40
e então a cena da bola de ténis deixa-me absolutamente arrebatado. é de um silÊncio totalmente ensurdecedor, e injecta-nos tanta coisa!
concordo com o joão... esse pormenor é delicioso =)
tenho tambem que dizer que, se no filme e na historia fosse cortada a parte dos montros e tal, e focar apenas o homem sozinho, seria uma obra prima de extrema riqueza.
abraços e parabens pelo excelente blog


Comentar post