2 comentários:
De H. a 19 de Julho de 2007 às 22:48
Tinha uma vaga ideia da sua ligação ao cinema, mas nada tão ao pormenor. No entanto, quero é felicitar o fabuloso blogue que manténs sob a inspiração do artista. Muito bom Rita :)


De Vileni Garcia a 23 de Julho de 2007 às 17:20
Gostei muito das suas matérias sobre Magritte, por quem sempre fui fascinada.

Quero colaborar com a matéria adicionando uma informação importante. Dois quadros de magritte foram elementos centrais em um filme "cult" italiano, de 2001, "Le Fate Ignoranti", de Ferzan Ozpetek, cujo título leva o nome do quadro, em francês, "La Fée Ignorante", de René Magritte. Um dos símbolos do filme, utilizado em uma cena e em algumas das capas, é uma flor estilizada, inspirada no quadro "Le tombeau des lutteurs", de René Magritte.

O filme do diretor turco- naturalizado italiano é uma tragicomédia almodovariana ambientada na Itália. Como sempre, o título brasileiro é ridículo: “Um Amor Quase Perfeito”.

Além de vários prêmios, o filme tem arrebatado corações e mentes pelo mundo inteiro, por tratar com maestria das relações fundamentais dos seres humanos - o amor e a amizade, mostrando todas as suas nuances. Só vim conhecer o filme este ano, por acaso, numa locadora, mas desde então já o revi várias vezes e tenho recomendado e discutido com a família e com amigas.

No link a seguir, você encontra uma matéria que apresenta os dois quadros de Magritte que perpassam todo o filme Le Fate Ignoranti;
http://www.ks-wiedikon.ch/fachk/it/cineclub/fate.html

Um abraço,
Vileni


Comentar post