Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

Snow Cake ***

06.06.07, Rita

Realização: Marc Evans. Elenco: Alan Rickman, Sigourney Weaver, Carrie-Anne Moss, David Fox, Jayne Eastwood, Emily Hampshire, James Allodi. Nacionalidade: Reino Unido / Canadá, 2006.





Alex (Alan Rickman) dá boleia a Vivienne (Emily Hampshire), uma faladora jovem de 19 anos. Uns quilómetros à frente, um acidente causa a morte de Vivienne, e, num sentimento de culpa, Alex decide procurar a mãe de Vivienne, Linda (Sigourney Weaver), para expiar o seu remorso. Linda sofre de uma forma bastante verbal de autismo e implora a Alex que fique até ao dia da recolha do lixo, tarefa que estava a cargo de Vivianne. Alex acaba por ajudar com a organização do funeral e, neste processo de luto por uma pessoa que mal conheceu, Alex vê-se forçado a enfrentar e superar os seus próprios demónios.


O argumento de Angela Pell é sensível mas sem sentimentalismos e a realização de Marc Evans não manipula as lágrimas do espectador nem usa a deficiência de Linda como estandarte. Apesar de emocionalmente desligada, ela é dotada de independência e individualidade, com uma visão única do mundo. E a relação que estabelece com Alex é marcada por uma estranha mistura de conflito e aceitação. Mas, ao mesmo tempo que Linda é vítima de preconceitos, não é ela própria isenta de os projectar em outros, como é o caso de Maggie (Carrie-Anne Moss), a vizinha de Linda com quem Alex se envolve amorosamente.


Infelizmente, Rickmann e Moss têm uma química no mínimo fraca. E o ritmo de “Snow Cake”, marcado inicialmente pela fervilhante energia de Vivienne, desaparece com ela. A partir daí o filme assume o compasso de um longo Inverno com pouco sol. Mas, apoiado em muito boas interpretações, em especial num Rickman extremamente cínico e expressivo, “Snow Cake” acaba por ter momentos profundamente mágicos e tocantes, como é o caso de um simples jogo de Scrabble, ou de uma placa de metal a rodar até parar, ou da dança que Maggie faz no funeral de Vivienne e que representa aquilo que sempre as uniu.


Apesar da temática soturna da morte e da forma de lidar com ela, “Snow Cake” carrega consigo o optimismo de acreditar na compaixão pelo outro, na sua diferença, e na capacidade de aprendizagem com esse outro, também na sua diferença.






CITAÇÕES:


“She always picks the ones who look the loneliest.”
SIGOURNEY WEAVER (Linda)

“Linda – Have you ever had an orgasm, Alex?
Alex – It has been known.
Linda – It sounds like an inferior version of what I feel when I have a mouthful of snow.”
SIGOURNEY WEAVER (Linda) e ALAN RICKMAN (Alex)

“I really like you, and I hate having sex on a full stomach, so can we just skip the main course and move next door?”
CARRIE-ANNE MOSS (Maggie)






















1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.