Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

CINERAMA

CRÍTICA E OPINIÃO SOBRE CINEMA

Love Conquers All **

28.04.07, Rita

Realização: Tan Chui Mui. Elenco: Coral Ong Li Whei, Stephen Chua, Leong Jiun Jiun, Ho Chi Lai. Nacionalidade: Holanda / Malásia, 2006.





Ah Ping (Coral Ong Li Whei) muda-se de Penang para Kuala Lumpur para trabalhar no restaurante da tia. Ah Ping deixou um namorado em Panang a quem telefona regularmente. Mas a persistência de um novo amigo, John (Stephen Chua), para que Ah Ping seja sua namorada irá não só pôr em causa as suas opções emocionais, como testar a sua capacidade de entrega.


A realizadora Tan Chui Mui opta por um registo de instrospecção, marcado por um ritmo lento, onde o aborrecimento e a solidão são estados naturais. A relação de Ah Ping com John tem essas mesmas raízes. E apesar de ela continuar a dizer ao namorado que o ama, não consegue deixar de se sentir atraída por John. Mas o hermetismo destas personagens – Ah Ping é especialmente inexpressiva – impede que as compreendamos e que nos relacionemos com elas. Em última instância, facilmente nos deixamos de preocupar com o seu destino. Aliás, a narrativa secundária da prima de Ah Ping, Mei (Leong Jiun Jiun), e do seu relacionamento com um amigo por correspondência torna-se gradualmente mais interessante que a narrativa principal.


“Love conquers all” é referido no filme como a credulidade romântica de que o sentimento pode tudo. Poderia, se não fosse habitual separar o amor da confiança e do respeito pelo outro e por si mesmo. Quando isso acontece, muitas vezes estamos perante simples resignação. Se as acções não falarem por elas mesmas, “amo-te” será somente uma palavra.



Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.